Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uma orquídea não é um bambu!

por reporterdesaltosaltos, em 30.03.11

Sou uma pessoa visual. Nunca tinha pensado muito nisto mas começo a descobrir-me e isto é um facto. O meu sentido de visão não é lá muito apurado mas é aquele que mais coisas me transmite. Há umas semanas estava sentada no sofá, olhei para a mesa de jantar e apercebi-me dos objectos que lá tinha. Um copo com uma vela, um copo com pedras, uma orquídea e um bambu, estrategicamente colocados junto à parede e por cima de um mini chemin - soa muito melhor que napron...

 

Passo a explicar. A minha tendência para derrubar coisas é conhecida, o que me leva a colocar quase tudo o mais próximo da parede. O risco é menor... Adiante, em cima da mesa estava um copo com vela (de cheiro) que comprei quando mudei para a casa onde vivo actualmente. Eram dois copos, mas sim, eu parti um num exercício complicado para não fazer barulho. Nem vou explicar. Lol. O copo com as pedras tem história. A minha amiga Sónia na véspera de um Natal - penso que 2009 - decidiu ir trabalhar num cruzeiro e antecipou-me o presente. Era então um copo redondo (que eu também parti e me cortou um dedo) com as pedras que representam os chackras. Ela disse que devia manter o copo com àgua para manter os chackras equilibrados. Nunca se sabe... Assim o fiz. E admito que estão dentro de um copo não partido mas com uma falha. E sim, fui eu!

 

 

Além do "chemin" de mesa que a minha mãe carinhosamente me fez, tinha um bambu. Foi a turma da minha sobrinha (e uma outra) que me ofereceu como lembrança depois de eu lhes ter dado uma entusiástica aula de jornalismo com muito motocross à mistura. O bambu cresceu de uma forma!!! Está enorme e todo viçoso! E o melhor é que não se queixa. Não precisa de grandes cuidados. Só precisa de água e nem precisa de muita atenção...

 

Também tinha uma orquídea que eu me ofereci. Quando a comprei era linda e com imensas flores. A beleza durou pouco. Passados dois ou três dias começaram a cair as flores e ao fim de uma semana estava completamente depenada! Passou a ser um caule verde e fininho sem graça nenhuma! Pensei logo que a culpa era minha. Reguei de mais? Reguei de menos? Se calhar foi falta de sol? Ou de ar? Será que vai morrer? Que raio de planta que nem se aguenta uma semana! Mas eu sei que as orquídeas são assim. Já as tive. Parecem mortas durantes uns tempos mas não estão. E então guardei-a...

 

Naquele dia, sentada no sofá, e com tantas mudanças a acontecer na minha vida, aquelas plantas fizeram-me lembrar as pessoas importantes das nossas vidas. Umas são de trato fácil, estão sempre bem, nunca se queixam e nem precisam de muita atenção. Outras pelo contrário, embora não exijam nada, precisam de ser muito bem cuidadas. Caso contrário não conseguimos ver além do caule verde e fininho. Não lhe conseguimos ver a beleza porque deixam ter a vontade de a mostrar. Começo a perceber que algumas pessoas são assim. Eu tenho muitas orquídeas (e orquídeos)... Eu sei que a beleza está lá e elas também. Mas eu não lhes tenho dado a atenção que elas precisam. É uma das minhas novas missões. Até porque as orquídeas, de facto, não são bambus!

 

E já agora, mudei as plantas para perto da janela para terem mais luz. E mais próximo da parede. Assim a modos que numa zona em que circulo com menos frequência...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:54



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D