Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sonha alto e vai atrás! Mexe-te!

por reporterdesaltosaltos, em 09.05.10

 

O “Sonho Americano”. Sempre gostei do sonho americano. Do espírito da coisa. Do espírito de vencedor. Tudo é possível e o céu é o limite! Na terra das oportunidades, eles criam as suas próprias oportunidades. No big deal! Eu sei que eles se acham os donos do mundo e sei lá mais o quê mas não posso deixar de me fascinar com a sua postura. Eles pensam grande e vão atrás! Eles acreditam no impossível e o impossível acontece. São verdadeiras águias. Predadores natos. São determinados, sabem muito bem o que querem e como lá chegar. Orgulham-se de ser como são. Não têm problemas em dizer “Eu quero!”.

 

E eles querem e acreditam e lutam e vencem. Pode haver um tremor de terra e destruir tudo, mas no dia seguinte levantam a cabeça, já estão a apanhar o entulho e já têm um plano de reconstrução. Um plano A, um plano B, um plano C, um plano…. Acho que são as capacidades de reacção rápida e regeneração que mais me fascinam. Recuperam depressa. É aquela maravilhosa capacidade de “move on” a olhar para a frente e não para trás. Não ver problemas mas sim soluções! Admiro-os.

 

Tony Robbins é o meu americano preferido. Orador motivacional há cerca de 30 anos, treinou líderes como Bill Clinton, Nelson Mandela, Mikhail Gorbachev, Margaret Thatcher e Francois Mitterand. Popularizou a “Programação Neuro-Linguística” e treinou milhares de pessoas comuns. Treinou-as para serem melhores. Mais rápidas. Mais eficazes. Melhores lutadoras. Ou se preferirem melhores vencedoras. Robbins desenvolveu também uma nova teoria de necessidades básicas do ser humano: Certeza, Variedade, Significância, Ligação, Crescimento e Contribuição. Mas aplica-se?

 

Certeza? Claro que sim. Há certas certezas que eu simplesmente preciso de ter na minha vida. Preciso de ter a certeza que a minha família e amigos estão por perto e de saber que todos estão bem de saúde. Preciso de ter a certeza que sou fiel aos meus princípios e principalmente à minha natureza. Preciso de ter a certeza que tudo vai correr bem e este, é o meu porto seguro. Se eu disser em voz alta “Tenho a certeza que tudo vai correr bem” está garantido. Vai mesmo correr bem. Tenho a certeza!

 

Variedade. Não podia viver, nem seria quem sou, se prescindisse da variedade. Preciso de viver novas emoções. Preciso de novas experiências e de novos desafios. Principalmente de novos desafios! Todos criamos pequenas rotinas mas são estas que “minam” e “matam” uma quantidade de coisas boas. Amizades, relações familiares, namoros, casamentos, empregos. É o que faz o ser humano “rebentar”. É a repetição de algo que deixa de nos fazer feliz ou de nos divertir para ser uma obrigação. Rotina simples. Variedade é alegria. Não sei viver sem alegria...

 

 

 

 

Significância. Todos precisamos de conhecer o nosso valor mas mais ainda de saber o valor que os outros nos dão. Precisamos de nos sentir importantes e importantes para alguém, seja para a mãe, a sobrinha, a amiga, a colega, o chefe, a vizinha, o namorado, um conhecido e até mesmo um desconhecido. Somos frequentemente avaliados e o ser humano precisa de se sentir importante, acarinhado e estimado nos vários papéis da sua vida.

 

Ligação. Também precisamos de sentir ligação. Ligação e contacto físico. Todos precisamos de mimos, olhares, festinhas, carinhos, abraços, amassos, enfim... Isto sim é o que nos distingue dos animais. É a possibilidade de escolher estabelecer uma ligação, ou não. É a capacidade de castigar com indiferença ou premiar com uma ligação. Somos mesmo uns básicos... Até eu tenho uns momentos de fraqueza. Adiante...

 

Crescimento. Adoro esta sensação. Não basta dar o melhor todos os dias e cada dia como se fosse o último. Precisamos de receber o prémio e subir ao pódio. Temos de sentir que crescemos, que merecemos e que iremos continuar a melhorar. Não porque nos pedem, não porque é uma obrigação, não porque é o que está certo, mas sim porque adorámos a sensação de chegar ao sucesso e só se chega lá quando se cresce. Melhoria constante? Conheço isto de algum lado...

 

Contribuição. É só mesmo dar. É dar um sorriso, dar uma gargalhada, fazer alguém dar uma gargalhada, fazer uma pequena acção, fazer bem aos outros. Uma acção que para nós é mínima mas que para quem recebe é máxima. Sempre achei que os gestos são mais importantes que as palavras – ainda que eu seja uma pessoa de muitas palavras. São pequenos gestos que preenchem os silêncios e nos fazer sorrir com os olhos... É sentir que fizemos algo por alguém sem esperar nada em troca e no entanto sentir que recebemos bem mais do que aquilo que demos...

 

O Tony Robbins é de facto muito bom mas avaliando bem a coisa, ele só analisou o “sonho americano”. Certeza. Acredita piamente que o teu sonho é possível! Variedade. Diverte-te durante o percurso. Significância. Acredita em ti sempre! Ligação. Aproveita o melhor da vida. Crescimento. Dá o teu melhor! Contribuição. Quando mais deres mais recebes!

 

Avaliando novamente e por uma única lei, é só a famosa e frequentemente descontextualizada “lei da atracção”. E uma coisa vos digo, lá que funciona, funciona! Pelo menos comigo. Agora senão se importam vou sonhar alto, correr atrás e pôr-me a mexer! Fui...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:40


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Ana Fonseca a 31.10.2014 às 19:55

É mesmo isso amiga.
MIND POWER e fazer por isso também.
Bjs

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D