Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Vá, leva lá a taça

por reporterdesaltosaltos, em 02.11.12

O meu irmão sempre adorou as minhas taças. As minhas taças, as minhas medalhas e todos os troféus que eu ganhei no mini motocross. Até as coroas de louros que a minha mãe foi desbastando para os cozinhados da casa. Mas isso foi há séculos! Quer dizer, há cerca de duas dezenas de anos. E quando eu era miúda aqueles troféus eram tudo para mim! Eram um orgulho e era com orgulho que eu os mostrava aos meus amigos e colegas de escola e que o meu pai também se orgulhava de mostrar aos amigos dele.

 

Toda a minha família adorava o resultado das minhas pequenas vitórias. O meu pai podia exibir uma filha - repito uma filha - campeã nacional de motocross, eu podia exibir-me na escola, a minha mãe cozinhava com o meu louro (às escondidas) e o meu irmão, de vez em quando lá surripiava uma taça para juntar às dele. Queria que a colecção dele fosse maior que a minha, à força! Mas nem empenhado numa carreira de larápio, ele me conseguia superar em número. Eu era a miúda que lhe tinha destruído a infância (temos 10 anos de diferença) e subido ao pódio muito mais vezes que ele! Eu era o drama da vida dele! O fim da vida de filho único! E ele vingava-se! Horrivelmente! Roubava-me taças… Lol

 

 

Durante anos foi vítima de assaltos constantes. E eu não dava por ela. Só se fosse alguma taça com importância especial, mais bonita ou maior. Ele (ainda) hoje não é muito inteligente mas lá esperto ele era. Geralmente surripiava as mais pequenas porque sabia que ninguém dava conta. Quando eu me apercebia era o DRAMA! O fim do mundo! Chorava como se o mundo fosse acabar mesmo! O meu pai zangava-se com ele, colocava-o de castigo (sem qualquer efeito) eu recuperava a taça e escondia-a. Às vezes, até me esquecia onde e só a reencontrava séculos depois. Fomos crescendo mas ele continuou com a sua pequena obsessão. 

 

Há três anos que saí da casa dos meus pais deixei todas as taças, medalhas, troféus e afins lá no sótão. Primeiro porque não tinha espaço na minha casa. Segundo porque não sabia se as queria ver todos os dias. Além de que tenho alergias e limpar aquilo tudo dá cá um trabalhão! É tratar as bases de madeira, limpar o latão ou lá o que é, polir, etc… Não quero passar uma vida como escrava do lar e muito menos como escrava do passado. Sobretudo a limpar uma coisa que hoje em dia não tem importância nenhuma para mim. Não lhes tenho apego. Nem me quero prender ao passado. É uma parte da minha vida excepcional mas acho que temos de viver as coisas no tempo certo. Aquilo já passou.

 

No outro dia a minha mãe falou-me nas taças velhas, cheias de pó e provavelmente cheias de bicho e que o meu irmão andava a rondar o sótão... Naquele momento decidi dar as taças e tudo o resto. Ao meu irmão claro! Afinal ele sempre as quis. Fiz o anúncio entre duas garfadas de um linguado grelhado e ficaram todos embasbacados a olhar para mim. O meu irmão começou logo a justificar que só ia ao sótão para as limpar… Pois... Certo... lol... Olhei-o nos olhos e disse calmamente “A partir de hoje são todas tuas. Todas.” E fez-se silêncio por um instante. Ele aceitou-as e prometeu ser o seu fiel guardião e… Empregada de limpeza. Começo a perceber melhor algumas coisas. Chega o dia em que temos de dizer “Vá, leva lá a taça” e temos mesmo de a deixar ir. Neste caso, literalmente…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:30



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D