Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Até Homo Sapiens Sapiens!

por reporterdesaltosaltos, em 14.12.11

As primeiras impressões, sobretudo nos dias de hoje são extremamente importantes. Na maioria das vezes acabam por definir o tipo de relação que vamos (ou não) ter com alguém. Por mais evoluídos que sejamos a verdade é que somos mesmo é primitivos. Imaginem só que a linguagem gestual ou não verbal tem um peso de 55% na avaliação que fazemos de uma pessoa! Procuramos instintivamente os gestos e as reacções que nos revelam os seus segredos.

 

Como não basta sermos primitivos a este nível, segue-se a avaliação da nossa voz. Esta tem um peso de 38%. E atenção! O que interessa é a nossa forma de falar e o nosso tom de voz porque aquilo que nós dizemos só vale 7%! Ou seja, primeiro avaliamos o que vemos, como ouvimos e finalmente o que ouvimos. O truque é agir de forma natural mas firme, utilizar um tom agradável e já estamos garantidos. Podemos dizer disparates à vontade!

 

Esta teoria é de Albert Mehrabian, um especialista de comunicação que publicou uma das minhas bíblias “Silent Messages”. Tem sido bastante útil e tem-me levado a outros livros igualmente úteis e interessantes. Num deles, “Linguagem Corporal” – de Allan e Barbara Pease – constatei algumas verdades sobre as relações entre homens e mulheres. Não é nada de especial mas tem a sua piada. É como a teoria da embalagem e do conteúdo...

 

Vamos imaginar que estamos no supermercado. Há um produto novo no mercado e estão a promovê-lo num stand/banca. O pacote é super apelativo, divertido, atraente. Experimentamos e o sumo não vale nada. Há primeira vista convenceu-nos mas depois de experimentar ficou por aí. Noutro cenário, o pacote é apelativo (se olhar-mos bem para ele) mas o sumo continuar a ser mau. A experiência também fica por aí. E no terceiro cenário a embalagem é-nos quase indiferente, atrevo-me a dizer feia e o sumo também é mau. Até fazemos caretas e riscamos aquele produto das nossas listas de compras para todo o sempre. Mas também podemos ter a “sorte” do produto ser espectacular, com uma embalagem espectacular, com uma embalagem mediana ou muito má. Mas se o sumo é bom vamos voltar a comprar de certeza absoluta!

 

Os homens e as mulheres utilizam o mesmo sistema mas a um nível ainda mais primitivo. Tem a ver com os "pormenores" da embalagem. Não vale a pena negar. Numa primeira impressão nós estamos centrados no aspecto físico da pessoa e avaliamos o que para nós enquanto seres humanos é mais importante. Nós não sabemos disto, não fazemos ideia que o fazemos mas a verdade é que o fazemos. O quê? Avaliamos a possibilidade de reprodução!

 

À primeira impressão, instintiva e quase fatalmente, os homens avaliam peito, nádegas e pernas. Porquê? Porque as características destas três áreas vão dizer-lhe se somos capazes de dar à luz e de amamentar. Ou seja, se temos capacidade reprodutiva saudável e mais ou menos disponibilidade sexual. E nós somos tão ou mais primitivas e perversas do que eles. Procuramos o mesmo mas somos uma interesseiras!

 

Tronco, nádegas e pernas. Tronco. Somos frágeis. Precisamos de ombros largos, tronco grande e braços musculados para fazerem por nós algumas tarefas. A protecção vem no topo da lista, seguida de retirar loiça dos armários mais altos e carregar móveis – e pesos no geral. Nádegas pequenas. Esta não percebi muito bem mas tem a ver com um melhor desempenho sexual e sucesso para engravidar... As pernas deles são símbolos de poder e resistência física. Afinal quem tinha de correr para caçar e alimentar a família eram eles. Nos dias de hoje, só precisamos que eles corram até ao supermercado mais próximo mas é sempre melhor se forem “rapidinho”. E tanto homens como mulheres preferem parceiros com aspecto mais atlético. Porque se são mais saudáveis com toda a certeza serão muito melhores a reproduzir com sucesso os nossos genes.

 

Não posso dizer que não faça sentido...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:37



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D