Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Sonho comanda a Vida!

por reporterdesaltosaltos, em 02.11.11

Há muito tempo que tinha vontade de fazer voluntariado. Tinha vontade mas não fazia. Nunca me pareceu a altura certa. Não me parecia que tivesse tempo em sobra. E na verdade ainda não estava preparada nem em sintonia com o “dar”. Quer dizer, eu queria dar mas primeiro queria ter a minha vida resolvida. Tinha outras prioridades. Estava mais centrada em mim e nos “meus”.

 

E também isto me pareceu sempre um bom princípio. Como é que eu podia ser voluntária no que quer que seja, se antes de mais, não estivesse dedicada aos “meus” e às minhas próprias causas? De que me servia ajudar os outros se não tivesse como prioridade ajudar a minha família e os meus amigos? Acho que o voluntariado começa em casa. Primeiro temos de “arrumar” a nossa para depois podermos mesmo ajudar a “arrumar” a dos outros.

 

Cada vez mais acredito que cada coisa chega no seu tempo. Eu tinha vontade mas não tinha disponibilidade mental e muito menos emocional. Um dia acordei pronta. Pronta para dar e para receber. Não precisei de click. Senti que a minha vida estava suficientemente “arrumada” para avançar e avancei. Encontrei o projecto certo e apaixonei-me. Muito. Vivo com grande paixão esta nova fase da minha vida, em que o “dar” a pequenos desconhecidos faz mais sentido do que alguma vez o “receber”.

 

Inscrevi-me na “Terra dos Sonhos” no verão passado e acho que seria o único projecto de voluntariado capaz de me apaixonar! Mais do que tudo, realizar sonhos é dar alegria. É receber sorrisos que valem por tudo! É motivar os nossos pequenos meninos e meninas e as suas famílias para a alegria da vida e para a alegria da esperança. É fazer acreditar que tudo é possível. Que o nosso sonho mais recôndito e que nos parece mais longínquo, é possível!  

 

 

Eu passo a vida a sonhar, a projectar e a agir para que os meus sonhos se tornem realidade. Se posso utilizar a minha motivação para a vida, se acredito no poder de imaginar e de sonhar, o que sinto vai muito além da realização pessoal. Sinto que cumpro o meu dever todos os dias e acima de tudo, a minha missão. Acho mesmo que esta é uma das minha missões de vida. É isto que me faz e sempre fez feliz! Ver os sorrisos dos outros a agradecer as pequenas minhas acções...

 

Eu acredito no poder do sonho! E acredito também no poder do “dar”. Tenho dado um pouco de mim - que me parece mesmo muito pouco - mas que impacta positivamente a vida destas novas pessoas que aos poucos também vão surgindo na minha vida. Na realidade é uma troca. Porque dou pouco mas recebo muito. E o que recebo é muito maior do que o que dou e tem causado um impacto brutal  na minha vida.

 

Numa formação de voluntariado falaram-me  no poder da “contribuição”, ou seja, no poder de dar. E claro, nas coisas boas que iam surgir na minha vida. Assumi que estivessem a falar de realização pessoal. E é mas não só. Pequenas mudanças começam a surgir de forma rápida e fluida. É uma espécie de “favores em cadeia”. O que faço de bem recebo em triplo. É como se as minhas orações estivessem finalmente a ser processadas. Lá dizia o poeta que o sonho comanda a vida. Seja na “Terra dos Sonhos” ou na nossa vida, sonhem muito e acreditem ainda mais!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:52



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D